5 livros de design para quem está começando

Como começar na carreira de design? Reunimos cinco livros de design para quem está começando na área. Eles vão te ajudar a entrar com o pé direito na profissão e direcionar o seu conhecimento.

Se você está iniciando no design já deve saber que existe uma infinidade de cursos, livros, vídeos, e-books e podcasts sobre a área por aí. Mas por onde começar?

Um dos maiores desafios da vida moderna é a curadoria. Não é porque a informação está acessível que conseguimos assimilá-la e criar uma linha de raciocínio coerente. Essa é a maior diferença entre a informação e o conhecimento.

Para te ajudar nesse início de jornada, listamos 5 livros de design para quem está começando.

Bora lá?

Design para quem não é Designer

O clássico dos iniciantes, mas engana-se quem acha que é um livro raso e sem profundidade teórica. A autora Robin Williams ensina os princípios essenciais do design com vários exemplos práticos.

A linguagem é divertida, acessível e cheia de exemplos. É um excelente primeiro passo para quem está iniciando na carreira de designer.

Páginas: 216

Capítulos:

  1. O princípio da iúca
  2. Proximidade
  3. Alinhamento
  4. Repetição
  5. Contraste
  6. Revisão
  7. Tipo (& Vida)
  8. Categorias de tipos
  9. Contraste de tipos

Curso de design gráfico: Princípios e práticas

Esse é um livro prático e teórico na medida certa para que o iniciante em design comece a entender sobre a área. Um dos maiores diferenciais dele é a linguagem didática.

Além dos fundamentos da composição, ele traz uma visão muito prática de metodologias de projeto, pesquisa, conceito, diferenças entre raciocínio linear e pensamento lateral, as maneiras que o design utiliza para se expressar como a didática, a metáfora visual, a poesia e muito mais.

O livro “Curso de Design Gráfico” mostra os conceitos com muitos exemplos, o que deixa o aprendizado fácil de assimilar e, ao final de cada capítulo, sugere várias atividades para que você exercite o conhecimento adquirido.

Páginas: 208

Capítulos:

  1. Pesquisa e conceitos
  2. Fundamentos da composição
  3. Fundamentos da tipografia
  4. Fundamentos de cor
  5. Ferramentas e tecnologias
  6. Produção gráfica e apresentações
  7. Web Design
  8. Carreiras especializadas

Gestalt do Objeto: Sistema de leitura visual da forma

Não existe design sem seres humanos. O design mescla várias disciplinas para criar o seu próprio conjunto de regras e a psicologia é uma delas. Por isso, uma das indicações dessa lista é o livro “Gestalt do Objeto” do autor João Gomes.

A Gestalt foi uma escola de psicologia experimental que contribuiu com vários estudos sobre a nossa percepção humana, aprendizagem, linguagem, memória, motivação, conduta exploratória, dinâmicas em grupo e, claro, teoria da forma.

E por que é tão importante estudar Gestalt no design? Ora, porque o design também trabalha com a percepção humana. Se você não sabe como as pessoas se conectam com o mundo dificilmente fará um bom design para elas.

Esse livro sobre Gestalt é levemente denso, mas traz muitos exemplos nas explicações. Você vai entender como o nosso cérebro organiza as informações e descobrir que o todo é mais importante que as partes.

Prepare-se para uma viagem que mistura ciência e design.

Páginas: 136

Capítulos:

  1. Leis da Gestalt
  2. Conceituação da forma/propriedades
  3. Categorias conceituais
  4. Técnicas visuais aplicadas
  5. Sistema de leitura visual da forma do objeto
  6. Exemplos práticos

Pensar com tipos

Pensar com Tipos é um dos tantos livros da autora Ellen Lupton. Ele explica de forma clara e direta tudo o que é preciso saber sobre tipografia, desde a anatomia, classificação, famílias tipográficas até as propriedades de texto como kerning, entrelinhas, hierarquia e etc.

O livro é cheio de cartazes tipográficas que são pura inspiração e traz muitas referências da arte e da tipografia ao longo da história.

Mais do que um livro de conteúdo é também um livro de referências visuais.

Como a própria autora diz: “Este não é um livro sobre tipos. É um livro sobre como usá-los.”

Páginas: 224

Capítulos:

  1. Letra
  2. Texto
  3. Grid
  4. Apêndice

A Psicologia das Cores

Um dos queridinhos do design, A Psicologia das Cores, como o próprio nome já diz, vai mostrar como as cores afetam a emoção e a razão.

A autora Eva Heller fez uma pesquisa bastante aprofundada sobre a história das cores, então não vá achando que vai encontrar um passo a passo de como utilizá-las, pelo contrário, você vai perceber que as cores são mais complexas do que imagina.

Ela conta a história de muitas crenças que temos hoje em dia (Por ex.: Meninas usam rosa e meninos azul? Nem sempre foi assim) e traz a influência que as cores tiveram na transformação da sociedade.

A Psicologia das Cores é, antes de tudo, um livro histórico que nos faz entender a cor como fruto de uma construção cultural e vivencial.

 

“Cores e sentimentos não se combinam ao acaso nem são uma questão de gosto individual – são vivências comuns que, desde a infância, foram ficando profundamente enraizadas em nossa linguagem e em nosso pensamento com o auxílio do simbolismo psicológico e da tradição histórica...”

EVA HELLER

Páginas: 311

Capítulos:

  1. Aprendendo mais sobre as cores
  2. Azul
  3. Vermelho
  4. Amarelo
  5. Verde
  6. Preto
  7. Branco
  8. Laranja
  9. Violeta
  10. Rosa
  11. Ouro
  12. Prata
  13. Marrom
  14. Cinza
Curtiu o post? Compartilhe nas suas redes sociais:
Imagem padrão
Itamara Ferreira
Designer, criadora do Leiautar e especialista em diálogos delirantes. Adora ouvir pessoas apaixonadas pelo que fazem e acredita que o design está em tudo e é para todos.

Deixar uma resposta